Expectativas para a NAB SHOW 2016

imagem da feira

NAB Show 2015

O mundo do entretenimento é cheio de emoções. Tem quem goste de ficar à frente das câmeras e tem quem goste de fazer a mágica acontecer atrás delas. Eu sou do segundo time. Mas quando comecei a faculdade, 11 anos atrás, não imaginava que esse time fosse tão grande e tecnológico. Como já contei em outro post, naquela época o Youtube ainda estava engatinhando e nossas práticas ainda estavam na transição do analógico para o digital (com muita gente se estapeando por um metro de película).

Parece bobagem, mas para aquela #Hashtag do MasterChefBr aparecer na TV, muita tecnologia teve que ser desenvolvida. Assim como para o Neo desviar das balas em Matrix ou ainda você assistir às Olimpíadas em 4K. Sabe aquela cable cam em cima do campo de futebol? Ou então aquele anúncio ultra-segmentado que apareceu enquanto você assistia ao seu programa favorito por streaming?

Pois é. Tudo isso – e quilômetros quadrados a mais – está na NAB Show, feira da Associação dos Broadcasters americanos que, essencialmente, traz tecnologia para todo o mercado de entretenimento (TV, cinema, canais a cabo, internet).

A cada ano a feira já começa com a expectativa em cima de algum tema específico: nas últimas edições as grandes apostas foram Drones, 4K e 3D.

Para esse ano, o que vem forte é a Realidade Virtual e os workflows para vídeos em 360 graus, ocupando um pavilhão inteiro e prometendo apresentar softwares e equipamentos que vão transformar essa tendência em realidade profissional.

É de se esperar também os impactos dos anúncios feitos pelo Facebook durante sua conferência de desenvolvedores, a F8,  quando lançaram diversas soluções para Live Streaming, Rights Management e Vídeos 360. O Facebook se posiciona cada vez mais como uma plataforma broadcast, enquanto grande parte dos broadcasters reais (Emissoras de TV, Canais a cabo, rádios) busca integrar e otimizar seus sistemas de distribuição para atingir uma audiência segmentada em diversas plataformas. E, a galinha dos ovos de ouro de tudo isso, como monetizar esses conteúdos.

A feira é imensa e a programação de palestras também. Acho que vale a pena dar os highlights do que pretendo ver por lá:

Realidade Virtual: The Foundry e Video Stitch

Contando com um pavilhão inteiro dedicado à Realidade Virtual e Aumentada, essa é com certeza a grande aposta da feira este ano.

A The Foundry é uma empresa inglesa que faz “softwares inteligentes para pessoas criativas”. Com um portfólio abrangente de ferramentas para criação e produção 3D, além de colaboração de times, a empresa aposta no uso do NUKE para composição 3D e multi-câmera, com integração direta com o Oculus Rift.

A VideoStitch surgiu da necessidade e dificuldade de fazer o chamado stitching de vídeo (combinar e sobrepor múltiplos enquadramentos de modo a formar um único vídeo em 360). Em 2010, ainda não existiam ferramentas de mercado para finalizar vídeos desse tipo. Desde então, a empresa vem criando algumas das soluções mais usadas atualmente. A grande novidade desse ano, no entanto, não é de software, é de hardware: eles estão lançando a Orah 4i, uma câmera 360 com Live Stream em 4k e áudio 3D. Promete ser um grande passo para a produção profissional de realidade virtual.

Tecnologia, experiências e internet das coisas: Intel

Nos Estados Unidos, terça-feira à noite é hora de America’s Greatest Makers, mais um reality show criado por Mark Burnett (The Voice, Survivor), dessa vez em parceria com a Intel para fomentar a inovação e o empreendedorismo tecnológico.

Realidade virtual, ultraprocessadores para performance de games, dispositivos conectados à internet, parcerias com X-Games, Lady Gaga no Grammy, serviços de nuvem. A Intel lidera o desenvolvimento tecnológico que torna possível a criação dessas experiências incríveis, algumas apresentadas durante a mais recente CES. Para a NAB podemos esperar ferramentas e serviços para 4K e interatividade, com grandes cases na transmissão de eventos esportivos, hoje o conteúdo que melhor define a necessidade do broadcast e promete os maiores avanços tecnológicos.

A empresa também está à frente do desenvolvimento da conectividade 5G, que promete melhor qualidade e velocidade de navegação. Um desdobramento óbvio de conexão 5G com os super serviços de nuvem da Intel é certamente o crescimento de soluções e dispositivos conectados, a chamada “internet das coisas”. Vamos investigar esse roadmap na NAB!

Multiscreen video,  como a W3C está trabalhando no futuro do broadcast

Se o HTML 5 libertou os browsers do uso de Flash, ele ainda pode fazer muito mais pela distribuição de vídeo online. O projeto MediaScape foca no desenvolvimento de serviços de adaptação do conteúdo em múltiplos dispositivos, tratando a TV como mais um recurso dentro do ecossistema. Dessa maneira, soluções de segunda tela, conteúdo adaptativo em multitelas com sincronismo e interatividade, já estão à disposição de desenvolvedores e broadcasters. Chegou o momento da tecnologia facilitar a distribuição e o consumo de conteúdo sem as barreiras de fabricantes e padrões proprietários.

Startups

O setor de startups vem crescendo a cada ano na feira. São pequenas empresas de tecnologia, fortemente baseada em softwares, que oferecem soluções para broadcasters no cenário de crescente demanda na distribuição de conteúdo online. Grande parte das startups oferece plataformas de LiveStreaming, métricas e gerenciamento de marketing segmentado. São empresas que vêm para agregar tecnologia barata em um mercado dominado por players estabelecidos e geralmente com orçamento muito maior. É interessante observar que, com isso, cada vez mais a produção e distribuição de conteúdo torna-se acessível, inclusive para as emissoras de TV que veem suas receitas diminuindo e buscam alternativas para seus workflows.  É interessante também a atuação da Sprockit, que faz a ponte entre essas startups e os broadcasters e canais a cabo. É o tipo de cenário ainda impensável no Brasil. Vamos ver se mudamos isso!

Minha agenda está intensa e, como pesquisadora da EraTransmidia, faremos o mesmo esquema da cobertura do SXSW: eu lá em Vegas, eles no Brasil, produzindo diversas pautas enquanto a feira está acontecendo.

Aguardem mais posts nos próximos dias!

————–

A NAB Show é o maior evento mundial de mídia eletrônica, abrangendo criação, gerenciamento e distribuição de conteúdo em múltiplas plataformas. Ocorre anualmente no Las Vegas Convention Center. São mais de 100.000 visitantes  e 1700 expositores, ao longo de 100.000 m2.

Facebook Twitter